Na rua

Londrina dispensa os dois "brigões" do jogo contra o Brasil

Em nota divulgada no site do clube, o Londrina anunciou que os dois jogadores não fazem mais parte do elenco profissional

18 de Maio de 2017 - 18h46 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Desentendimento começou logo após o apito final do árbitro Thiago Duarte Peixoto (Foto: Jô Folha - DP)

Desentendimento começou logo após o apito final do árbitro Thiago Duarte Peixoto (Foto: Jô Folha - DP)

A direção do Londrina dispensou o goleiro Zé Carlos e o zagueiro Luizão na tarde desta quinta-feira (18). A confirmação veio através de uma nota oficial divulgada no site do clube.

Os dois atletas se desentenderam logo após o apito final na partida contra o Brasil, na terça-feira, no Bento Freitas. Assim que o juiz encerrou a partida, o zagueiro Luizão reclamou que o goleiro não saiu do gol. Zé Carlos não gostou da crítica e partiu pra cima do colega. O zagueiro empurrou o goleiro, que tentou revidar, mas foi contido pelos companheiros de time. O técnico Claudio Tencati passou em direção ao vestiário quando presenciou o fato e apenas balançou a cabeça com jeito de reprovação.

O árbitro da partida entre Brasil e Londrina, Thiago Duarte Peixoto, não relatou a briga entre os jogadores na súmula. A assessoria de imprensa do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) informou que o vídeo será analisado pela Procuradoria, que definirá se vai ou não oferecer denúncia sobre o caso.

O goleiro Zé Carlos atuou apenas em duas partidas pelo Tubarão. O jogador atuou pelo Sandro André durante os estaduais e tinha contrato até o fim de 2018 com o LEC. Já Luizão tem uma história muito mais rica com time do norte do Paraná. O zagueiro está desde 2015 no clube e marcou o gol do acesso para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Confira a nota divulgada pelo Londrina

Em virtude do ocorrido durante o jogo contra o Brasil de Pelotas, o Londrina Esporte Clube informa que o goleiro Zé Carlos e o zagueiro Luizão não fazem mais parte do elenco profissional.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados