Pleito

Estudantes da UFPel, enfim, elegem DCE

Do campo da esquerda, chapa Dias de Luta vence concorrentes com discurso de foco no trabalho coletivo e horizontal

15 de Julho de 2017 - 16h15 Corrigir A + A -
A eleição ocorreu entre os dias 12 e 13 (Foto: Divulgação - DP)

A eleição ocorreu entre os dias 12 e 13 (Foto: Divulgação - DP)

Por Leon Sanguiné
Leon.sanguine@diariopopular.com.br

A representação está de volta. Após mais de um ano, a Universidade Federal de Pelotas (UFPel) elegeu democraticamente a Chapa 4 – Dias de Luta para ocupar o Diretório Central de Estudantes (DCE). Dos 3.838 votos, o grupo obteve 1818 votos, corespondente a 45% do total.

A UFPel ficou sem DCE por conta de imbróglios envolvendo os últimos processos eleitorais. Em 2015, suspeitas de fraude já no encaminhamento forçaram o cancelamento do pleito. O último, realizado no primeiro semestre letivo de 2016, chegou a eleger chapa, mas foi descartado por suspeitas de corrupção na contagem dos votos.

Em meio à indecisão, iniciou-se um processo de nove assembleias gerais estudantis que culminaram na formação de uma comissão provisória com a função de preencher os cargos que representam os estudantes nos conselhos superiores da UFPel – o Conselho Universitário (Consun) entre eles – e emitir carteirinhas estudantis. A comissão, entretanto, teve validade até agosto de 2016. Nesse período, a UFPel viveu a eleição para a Reitoria e greve de estudantes, professores e servidores, culminando no cancelamento do calendário acadêmico e na ocupação dos conselhos superiores pelo comando de greve.

No início de 2017 os estudantes voltaram a se organizar e o conselho de DAs e CAs atingiu quórum e escolheu uma nova comissão para dar início ao processo eleitoral que culminou no pleito da última semana.

A vencedora
A campanha da Dias de Luta se pautou na construção de um DCE presente e atuante com foco no trabalho coletivo e horizontal servindo para a mobilização e integração estudantil, bem como na articulação das questões de âmbito universitário com aquilo que acontece no Brasil.

Entre as ações a que irá se propor a gestão, destacam-se o fortalecimento dos CAs e DAs, a reivindicação de uma sede para o DCE, bem como a abertura da universidade aos fins de semana para atividades culturais e o combate às opressões dentro e fora da UFPel através da criação de espaços de discussão, empoderamento e conscientização. Está na pauta também a luta por um apoio permanente da UFPel no que tange a saúde física e mental dos estudantes.

Suspeita
Por volta das 18h30min, nova suspeita de fraude rondou a eleição. Segundo um dos membros da COE, pessoas teriam deslocado votos entre urnas para melhorar resultados. “Na abertura das urnas as atas estavam adulteradas, com rasuras em cima dos números que impediam de ver o que havia antes. Em deliberação da COE, foi acordado que o processo seguiria normalmente e as chapas derrotadas reconheceram a vitória da Dias de Luta.


CHAPA 4
1818 votos
45%
CHAPA 2
1530 votos
39%
CHAPA 3
659 votos
16%

Total: 4.007 votos


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados