Papagaiada

Patram apreende 30 aves silvestes no Fragata

Homem não tinha licença do órgão competente e deve responder por crime ambiental

07 de Agosto de 2017 - 18h04 Corrigir A + A -
Papagaio é oriundo da Amazônia (Foto: Divulgação - DP)

Papagaio é oriundo da Amazônia (Foto: Divulgação - DP)

Na manhã desta segunda-feira (7), a Patrulha Ambiental da Brigada Militar (Patram) apreendeu 30 aves silvestres que estavam em posse de um homem, que não tinha a licença do órgão responsável. As aves foram encaminhadas ao Núcleo de Reabilitação da Fauna Silvestre da Universidade Federal de Pelotas (Nurfs/UFPel) e o homem vai responder por crimes ambientais e maus tratos aos animais, pois as gaiolas estavam imundas. A apreensão aconteceu no bairro Fragata após uma denúncia anônima.

Das 30 aves apreendidas, somente uma continha anilha, que serve para identificação e estudo de cada exemplar. Entre as aves estava um Papagaio Verdadeiro, oriundo da Amazônia. As outras eram das espécies Azulão, Bico-Duro, Trinca-Ferro, Coleiro-da-Chacara e coleiro-do-Brejo. Também foram encontradas 14 anilhas.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados