Vem aí:

Uber prepara instalação em Pelotas

A quinta-feira foi de palestras para interessados em trabalhar com o Uber, aplicativo ainda sem previsão de disponibilidade para corridas

10 de Agosto de 2017 - 20h35 Corrigir A + A -

A quinta-feira (10) foi de conversas entre motoristas e funcionários do aplicativo de transporte Uber, no hotel Jacques Georges. Palestras informativas a respeito da chegada do Uber em Pelotas ocorreram durante a parte da manhã e da tarde, reunindo um total de 128 pessoas interessadas em integrar a plataforma. A empresa está cadastrando motoristas que possam atuar na cidade, ainda sem data de disponibilização do serviço.

Nesta semana a equipe que trabalha no cadastro de interessados irá para Rio Grande, onde o aplicativo também deve estar disponível nos próximos meses. Os funcionários afirmam que estão confiantes de que o serviço chegue para usuários em pouco tempo - primeiro, é preciso avaliar o percentual de adesão dos condutores. Para os representantes, um indicativo de que o Uber funcione bem é a boa adaptação em outras cidades do estado, como Caxias do Sul e Novo Hamburgo.

Na tarde desta quinta, 38 pessoas foram até o auditório do hotel entender como a plataforma funciona. Diogo Luis Moreira, 50, que atualmente trabalha com eventos, compareceu na reunião para conferir o que pode ganhar como parceiro da Uber. "Eu gosto muito de dirigir. Estou quase aposentado, então trabalhar como motorista cairá como um hobby", conta. Ele já está cadastrado e vai aguardar o contato da empresa. Assim como para Paulo Ricardo Souza, 34, também presente na palestra - ele é taxista e tem interesse no aplicativo, mas mantém um pé atrás - tudo vai depender de como a empresa se instala na cidade.

Ainda sem previsão de data para iniciar as atividades no município, resta a espera. Com expediente de oito horas diárias, seis vezes por semana, a atividade pode gerar renda de até R$ 3,6 mil, conforme estimativa da empresa. O valor já vem com desconto da taxa de 25% que vai diretamente para a Uber, sem contar os gastos operacionais, como gasolina.

Porém, para trabalhar como motorista do aplicativo é preciso preencher alguns requisitos. O carro deve ser do ano de 2008 ou acima, com ar-condicionado e quatro portas. Também é necessário ter CNH que inclua a observação Exerce Atividade Remunerada (EAR), feita pelo Detran. Os condutores podem dirigir seus próprios carros ou até mesmo um veículo alugado. O app está disponível para Android e iOS e a inscrição para dirigir como parceiros da Uber deve ser feita pelo site uber.com/dirija.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados