Projeto

Filme nacional como forma de educar

Projeto Cinema Brasileiro para Educadores abre inscrições para professores que pretendem utilizar a Sétima Arte do país para lecionar

06 de Setembro de 2017 - 16h39 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Projeto ocorre em Pelotas de 11 a 15 de setembro (Foto: Jô Folha / Infocenter - DP) (Foto: Infocenter DP)

Projeto ocorre em Pelotas de 11 a 15 de setembro (Foto: Jô Folha / Infocenter - DP) (Foto: Infocenter DP)

Ocorre em Pelotas de 11 a 15 deste mês o projeto Cinema Brasileiro para Educadores, que busca sensibilizar profissionais das escolas públicas da cidade para trabalhar o cinema nacional em sala de aula.

O evento será realizado no Cine UFPel e no Mercado Central de Pelotas. As atividades priorizam educadores, mas serão abertas à comunidade em geral. De 11 (segunda) a 14 (quinta), das 14h às 18h, ocorrem as sessões comentadas de curtas e longas brasileiros no Cine UFPel. Para os debates, serão convidados educadores, arte-educadores, entre outros profissionais que transitam nas áreas do cinema e da educação. Na sexta, dia 15, o encerramento será no largo do Mercado Central, às 19h, onde serão exibidos curtas-metragens e um longa nacional para toda a comunidade.

A proposta busca apresentar a pluralidade do cinema brasileiro contemporâneo aos profissionais da educação, bem como expandir as possibilidades de usos do cinema dentro e fora da escola. Além disso, o projeto visa enriquecer o debate sobre o cinema nacional como ferramenta pedagógica potente, em cumprimento ao parágrafo 8º do artigo 26 da Lei 13.006: “A exibição de filmes de produção nacional constituirá componente curricular complementar integrado a proposta pedagógica da escola, sendo sua exibição obrigatória por, no mínimo, 2 (duas) horas mensais”. O evento é realizado pela parceria das produtoras Campos Neutrais e Moviola Filmes, e financiado pelo edital de eventos da Prefeitura Municipal de Pelotas, através de sua Secretaria de Cultura, contando ainda com o apoio do Cine UFPel e do Sesc. Haverá expedição de certificado para os educadores que tiverem frequência mínima de 75% das sessões.

Como contrapartida do projeto, a produtora pelotense Moviola Filmes ainda disponibiliza suas obras Marcovaldo, O Liberdade, De outros carnavais e A linha imaginária para todos os educadores. Mais informações e inscrições em facebook.com/cinemaparaeducadores.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados