Clima

Chuva deve seguir até quinta-feira em Pelotas segundo CppMet

A Defesa Civil do município informa que até a manhã desta quarta-feira não havia registro de alagamentos

13 de Setembro de 2017 - 12h36 Corrigir A + A -

Por: Cíntia Piegas
cintiap@diariopopular.com.br 

No Facebook Porteira Adentro, morador posta imagem das pedras de gelo no Laranjal. (Foto: Reprodução)

No Facebook Porteira Adentro, morador posta imagem das pedras de gelo no Laranjal. (Foto: Reprodução)

Moradora registrou o momento da chuva de granizo na praia (Foto: Juliana Ribeiro)

Moradora registrou o momento da chuva de granizo na praia (Foto: Juliana Ribeiro)

Momento da chegada da tempestade em Pelotas foi registrada pelo fotógrafo Jerônimo Gonzalez

Momento da chegada da tempestade em Pelotas foi registrada pelo fotógrafo Jerônimo Gonzalez

Rua Rafael Pinto Bandeira com Marechal Deodoro (Foto: Divulgação)

Rua Rafael Pinto Bandeira com Marechal Deodoro (Foto: Divulgação)

Atualizada às 13h

Raios, trovões, granizo e muita chuva. Quem acompanha a previsão do tempo desde a noite de terça-feira (13) deve se perguntar até quando o tempo instável deve permanecer em Pelotas. Pois o Centro de Pesquisas e Previsões do Tempo da Universidade Federal de Pelotas (CppMet/UFPel) garante que na quinta-feira à tarde o tempo melhora e a temperatura deve ter um pequeno declínio.

Mas até lá a previsão é de chva. Até as 13h desta quarta, a média de precipitação nos cinco pluviômetros do Centro Nacional de Meteorologia e Desastre Naturais (Cemaden) apontava 45.4mm. Neste horário, o céu de Pelotas escureceu como se fosse noite. "Até o momento está tudo tranquilo na cidade", informou o coordenador da Defesa Civil, João Arthur Nascimento.

A preocupação dele é que o tempo instável poderia permanecer até domingo, mas se a previsão do Centro de Pesquisas e Previsões virar precisão, não deverá ocorrer alagamentos na cidade. No entanto, ruas como Doutor Amarante com Andrade Neves, rua Felipe José Mechereff e Rafael Pinto bandeira com Deodoro, apresentam acúmulo de água. 

Previsão
A meteorologista do CppMet, Gilsane da Costa Pinheiro, conta que a chuva é resultado de uma frente fria associada a áreas de instabilidade. "Na quinta pela manhã, o céu deve ficar parcialmente nublado e melhora ao longo do dia. A temperatura mínima deve ficar em 17ºC". A sexta será mais fria na madrugada com os termômetros registrando 12ºC de mínima.

Pedras de gelo
De acordo com o MetSul Meteologia, na terça à noite foi registrado temporal com granizo que atingiu municípios com Pelotas, Canguçu, Aceguá, Santo Antônio da Patrulha e Osório. Na Zona Sul, moradores da Laranjal contam que por volta das 20h, um barulho muito forte vindo do telhado chamou a atenção. "Foi quando olhei para o pátio e vi as pedras", disse a dona de casa Rosa do Nascimento.

A meteorologista Estael Sias da MetSul explica que o granizo foi consequência de uma frente quente na região e que novas ocorrências são esperadas para o Sul do Estado.

Raio e trovões também cobriram o céu na noite de terça e o fotógrafo Jerônimo Gonzalez registrou uma linda, porém assutadora imagem, da tempestade atravessando a cidade.  

 


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados