Brasileirão Série B

Tropeço no Paraná

Inter tem atuação abaixo do esperado e sucumbe na Arena da Baixada; próximo duelo é contra o Xavante, no Beira-Rio

04 de Outubro de 2017 - 08h29 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Centroavante Leandro Damião teve poucas chances de 
finalizar durante a partida. (Foto: Ricardo Duarte - Assessoria SC Internacional - DP)

Centroavante Leandro Damião teve poucas chances de finalizar durante a partida. (Foto: Ricardo Duarte - Assessoria SC Internacional - DP)

O Internacional lutou muito na Arena da Baixada, na noite desta terça-feira (4), mas não conseguiu evitar a derrota de 1 a 0 para o Paraná, em jogo válido pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. No entanto, o Colorado segue na liderança isolada, com 54 pontos, a cinco de distância do vice-líder, o próprio Paraná. Vale destacar que nos últimos 12 jogos o Inter venceu 10 partidas e foi derrotado em duas oportunidades. O próximo desafio é na segunda-feira, dia 9 de outubro, às 20h, no Beira-Rio, diante do Brasil.

Em uma Arena da Baixada praticamente tomada por quase 40 mil torcedores paranistas, o duelo começou acelerado, com muita disputa pela bola, raros espaços em campo e sucessivas faltas cometidas pelos donos da casa. Bem posicionado, o Inter conteve o ímpeto inicial do adversário e tentou explorar os contra-ataques.

Aos 29min, o Inter ameaçou em um chute espetacular de Sasha, de longa distância, que só não entrou no ângulo esquerdo porque o goleiro Richard fez defesa salvadora. Aos 35min, depois de cobrança de falta rápida, a bola sobrou para Charles, que, da pequena área, tentou o cabeceio mas acabou colocando por cima do travessão. Aos 41min, Renatinho cobrou escanteio e Iago Maidana cabeceou para abrir o placar, em falha individual de Charles.

No segundo tempo, o Inter voltou criando chances claras de empatar. Aos 7min do segundo tempo, D’Alessandro cruzou, Leandro Damião se esticou e conseguiu o desvio com o pé que acertou a trave esquerda. Um minuto depois, Cláudio Winck alçou na área e Damião tentou a conclusão de bicicleta, mas a bola ficou nas mãos do goleiro.

O time colorado tinha mais posse de bola, ocupava o campo de ataque, mas encontrava dificuldade para finalizar a gol. O Paraná, por sua vez, apenas se defendia, sem investir no plano ofensivo, tanto que Danilo Fernandes não precisou fazer nenhuma intervenção significativa. Aos 30min, Nico López pegou rebote na pequena área e chutou, à queima-roupa, para a boa defesa de Richard. Foi a última tentativa de igualar o marcador em Curitiba.

Ficha técnica:
Paraná: Richard, Cristovam, Brock, Maidana, Igor; Gabriel Dias, Vinicius Kiss, Renatinho (Rafael Lucas), João Pedro (Jhony), Robson, Alemão (Vitor Feijão). Técnico: Matheus Costa
 
Inter: 
Danilo Fernandes, Cláudio Winck (Juan), Danilo Silva, Léo Ortiz e Uendel; Rodrigo Dourado (Charles), Edenílson, D'Alessandro, Nico López, Eduardo Sasha (Camilo); Leandro Damião. Técnico: Guto Ferreira.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados