Goleador

Artilheiro efetivo

Lincom volta a marcar após sete jogos, ganha confiança e mantém pontaria afiada na Série B

06 de Outubro de 2017 - 13h36 Corrigir A + A -

Por: Vinícius Guerreiro
vinicius.guerreiro@diariopopular.com.br

Centroavante tem média alta como finalizador (Foto: Jô Folha - DP)

Centroavante tem média alta como finalizador (Foto: Jô Folha - DP)

Sete gols em 19 partidas. O artilheiro do Brasil na Série B do Brasileiro retomou os gols decisivos contra o Juventude na última rodada. Lincom decidiu a partida com uma cabeceada perfeita no final do segundo tempo. Foram sete partidas sem balançar a rede, porém, o centroavante precisa de poucas oportunidades para marcar. A cada duas finalizações certas, uma acaba na rede. Contra o Ju, Lincom precisou de três para dar a vitória ao rubro-negro.

“Há mais de um mês que eu não fazia gol. Fiz aquele do Náutico que o juiz anulou errado. Importante por ser num clássico. Eleva um pouco do moral, dá confiança e é importante para somar pontos para sair de perto dessa zona do rebaixamento”, afirmou o camisa 9 rubro-negro.

Analisando as movimentações durante os 90 minutos e os números de Lincom com a camisa rubro-negra, fica constatada a eficiência do centroavante. Contando finalizações erradas, Lincom faz um gol a cada 3,6 chutes. A média é mais alta que de Hernan, artilheiro da Série B com 12 gols, que precisa de 4,6 finalizações para balançar a rede. Entre as listas dos artilheiros da Série B, ninguém tem um aproveitamento tão elevado como o artilheiro xavante.

A contribuição de Lincom vai além de botar a bola dentro do gol adversário. Na partida contra o Juventude, por exemplo, o mapa de calor do atacante aponta para uma aplicação tática de fechar espaços na saída de jogo do rival. Movimento bastante cobrado por Clemer.

“Na frente tem que fazer de tudo. Tenho brigado bastante. Fora de casa tenho um papel diferente, de recomposição e até acompanhar o lateral. Esse jogo acabei brigando bastante jogando com os zagueiros, para de vez em quando abrir espaço para o facão dos outros jogadores”, explicou.

Serviço
A venda de ingressos para a partida contra o América-MG começou nesta quinta-feira (5) na Central do Sócio do estádio Bento Freitas, nas Lojas Hercílio Calçadão e Esquina e na Tribo Xavante da rua 7 de Setembro. Os valores são R$ 60,00 arquibancada e R$ 30,00 idosos e estudantes. Nesta partida, segue a promoção Ingresso Solidário, onde o torcedor pode comprar o ticket por R$ 30,00 arquibancada, doando dois quilos de alimentos não perecíveis. Os locais de venda são a Central do Sócio e a loja Tribo Xavante. A promoção termina às 18h30min de segunda. Haverá também a PromoSócio. Nesta promoção, cada sócio paga R$ 30,00 pelo seu próprio check-in e ainda leva um ingresso. Assim como a Ingresso Solidário, ela é válida até as 18h30min de segunda.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados