Plebisul

Sim vence consulta para criar novo país

Movimento que quer separar os três estados do Sul do restante do Brasil distribuiu urnas em várias cidades

08 de Outubro de 2017 - 21h25 Corrigir A + A -

Por: Tânia Cabistany
taniac@diariopopular.com.br 

A consulta em Pelotas foi colhida em 18 urnas instaladas nos mais diversos pontos da cidade (Foto: Jô Folha - DP)

A consulta em Pelotas foi colhida em 18 urnas instaladas nos mais diversos pontos da cidade (Foto: Jô Folha - DP)

O resultado da consulta popular Plebisul, realizada sábado (07) nos três estados do Sul, com a proposta de gerar uma declaração pública em relação à vontade da população, se deseja ou não tornar a região que abrange Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul um país independente, indicou a vitória do sim, embora até o fechamento desta edição a contagem ainda estivesse sendo feita. Às 21h deste domingo (8), com 82,23% das urnas lançadas - e 81,24% auditadas - 323.980 votos eram favoráveis (96,13%) à proposta e 13.043 contrários (3,87%), de um total de 337.023 votos.

A consulta em Pelotas foi colhida em 18 urnas instaladas nos mais diversos pontos da cidade, inclusive no calçadão da rua Andrade Neves com 7 de Setembro.

O Movimento o Sul é Meu País surgiu em Santa Catarina, em 1992, mas ganhou força nos últimos quatro anos devido à situação econômica e política do Brasil, explica o presidente da Comissão Municipal, Vitor Castro Jansen. Segundo ele, o entendimento é de que a separação dos três estados do restante do país vai permitir maior arrecadação de tributos: “Brasília fica com 80% dos impostos federais e só repassa 20%”, disse.

Conforme Jansen, o Movimento o Sul é Meu País prega governo municipalista, de forma que grande parte dos recursos arrecadados no município permaneçam nele. Destaca que não há definição de onde seria a capital federal e que, portanto, não são verdadeiros os comentários nas redes sociais, de que a capital seria Lages e a moeda o “pila”. Primeiramente o Movimento está na rua para buscar a opinião das pessoas e verificar seu interesse ou não na separação.

Independentemente do resultado, Jansen salienta que o Movimento o Sul é Meu País quer que as pessoas reflitam sobre a arrecadação que os estados do Sul deixam de ter.
A meta mínima lançada pela comissão organizadora do Plebisul era alcançar um milhão de eleitores. Foram mobilizados mais de 20 mil voluntários para atuarem na captação de votos. Em Pelotas, a votação se encerrou às 17h de sábado.

O corretor de imóveis José Carneiro, 64, e sua esposa votaram “sim”. Para eles, com a emancipação os três estados serão uma nação forte e próspera. “Chega de mandar dinheiro lá para cima. Aqui no Sul está o maior número de produtores e agroindústrias”, ressaltou. 

Já o vendedor autônomo Claudinei Oliveira, 30, considera complicado votar sem ter um modelo definido, sem saber como vai funcionar. Pela falta de informações, optou por não participar da consulta popular.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados