Decisão

Prefeitura vende a folha por R$ 12,5 milhões ao Banrisul

Assinatura de contrato do Executivo com o banco está marcada para a próxima segunda-feira em Porto Alegre

11 de Outubro de 2017 - 22h45 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira na prefeitura (Foto: Gustavo Mansur - DP)

Reunião aconteceu na tarde desta quarta-feira na prefeitura (Foto: Gustavo Mansur - DP)

A prefeita Paula Mascarenhas se reuniu nesta quarta-feira (11) em seu gabinete com representantes do Sindicato dos Municipários de Pelotas (Simp) para informar, primeiramente aos servidores, que a prefeitura irá vender a folha de pagamento por R$ 12,5 milhões para o Banrisul. A assinatura com banco está marcada para a próxima segunda-feira em Porto Alegre.

O contrato com o Santander, atual detentor da folha, encerra-se em 19 de novembro deste ano, por isso a prefeitura dialogou nos últimos meses com entidades financeiras públicas e privadas para definir a melhor forma de atender o funcionalismo com qualidade e também impulsionar os cofres municipais. "O Banrisul é uma instituição pública que ofereceu uma quantia significativa em um momento de crise e com receitas em queda. Esse aporte servirá para manter o equilíbrio financeiro", afirmou a chefe do Executivo que entregou um ofício ao Simp para comunicar a medida.

Ao optar por um banco público, o processo dispensa licitação. Além disso, o Banrisul detém 40% das contas de servidores municipais, assim a expectativa é de que a transição cause menos transtornos para os funcionários.

Venda aprovada
O vice-presidente do Simp, Tiago Botelho, considerou a decisão satisfatória, principalmente, pela escolha de uma instituição pública e pela possibilidade de incrementar o orçamento. "Entendemos como positivo, pois parte desse recurso poderá ser investido no servidor. Esperamos também que o banco, por ser público, ofereça facilidades e taxas diferenciadas em seus serviços", observou. Os diretores do Simp, Marcio Torma e Cláudia Correia, também participaram da reunião.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados