Polêmica

Imigrante sofre ação desproporcional da Guarda Municipal

Imagens flagram senegalês sofrendo ataques com arma de choques de pelo menos cinco agentes

20 de Outubro de 2017 - 18h02 Corrigir A + A -
Guarda Municipal utilizou arma de choque em abordagem contra imigrante senegalês

Guarda Municipal utilizou arma de choque em abordagem contra imigrante senegalês

Uma cena que infelizmente parece ter virado rotina no centro de Pelotas. Pelo menos cinco agentes da Guarda Municipal foram flagrados praticando uma ação desproporcional contra um imigrante senegalês. A abordagem foi flagrada por uma jornalista que passava pela rua General Neto entre Andrade Neves e XV de Novembro, às 15h desta sexta-feira (20).

Nas imagens, o imigrante, supostamente um vendedor ambulante, está parado na calçada, sendo abordado por pelo menos cinco agentes da Guarda Municipal. Vários pedestres acompanhavam a situação, revoltados com a a atuação dos policiais. É possível ouvir seguidos ataques de choque contra o imigrante. Em determinado momento, o homem - que estava parado - se revoltou e tentou reagir. Ao fim, os agentes imobilizaram o homem e o encaminharam à viatura, abaixo de críticas dos que acompanharam a cena.

O chefe de departamento da Guarda Municipal, Ladislau Neto, conversou com a reportagem do Diário Popular e revelou ainda não ter visto as imagens da abordagem desta sexta-feira. Segundo ele, até o momento não há nenhuma irregularidade encontrada nas abordagens aos ambulantes. As imagens serão avaliadas e encaminhadas à corregedoria, que fará a avaliação sobre a conduta. "Os agentes são instruídos apenas a proteger a fiscalização. Quando há resistência, a ordem é fazer a defesa dos agentes", avaliou. 

A jornalista que acompanhou o caso publicou em sua página pessoal no Facebook o vídeo. Na postagem, destacou a atuação da Guarda como "absurda, desproporcional e cruel o tratamento dado a um imigrante". Ainda no vídeo, é possível ouvir pessoas comentando que, na verdade, o imigrante estava apenas passando pela rua.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados