Evento

Clima literário

Principal atração deste feriado é a Feira do Livro de Pelotas na praça Coronel Pedro Osório

02 de Novembro de 2017 - 10h43 Corrigir A + A -
Tema deste ano é

Tema deste ano é "Cidade dos livros: patrimônio e imaginação" (Foto: Jô Folha - DP)

Ao contrário da chuva do ano passado, o retorno da Feira do Livro de Pelotas foi marcado por um belo dia de primavera, com céu limpo e sol presente durante toda a tarde de quarta-feira (01). O clima agradável destacou ainda mais as belezas naturais da praça Coronel Pedro Osório e seus prédios históricos ao redor, estimulando o convite para o principal intuito do evento: a leitura.

Quinze livrarias expositoras, diversas sessões de autógrafos e uma programação artística que ocorre tanto na Tenda Cultural João Simões Lopes Neto quanto na Bibliotheca Pública Pelotense (BPP) configuram o evento como a principal atração deste feriadão na cidade. A 45ª edição da feira funciona até o dia 19 das 13h às 22h, sob realização da Câmara do Livro de Pelotas.

Tudo na praça
A abertura oficial, como manda a tradição, ocorre dois dias depois de iniciadas as atividades. Este ano a cerimônia está prevista para sexta-feira, às 19h, com participação do patrono Klécio Santos e da oradora Lisarb Crespo da Costa.

Um dos destaques da edição são as conversas com escritores, que deixaram de ocorrer nos prédios históricos para assumir um espaço próprio na praça. Chama-se Alameda Literária, localizado nas costas da estátua do Coronel. Serão 13 rodas de bate-papo, incluindo nesta quinta-feira programação da Câmara dos Vereadores sobre judicialização da política e politização da Justiça e, no sábado, uma conversa com Marcelo Laserra a respeito da obra Sob a égide. Ambos às 20h30min.

Já a Tenda de Autógrafos recebe mais de 60 lançamentos, sendo dois previstos para ocorrer na BPP. É o caso do novo livro do patrono da feira, programado para o dia 14 deste mês. Nesta quinta-feira, às 19h, o pastor Waldemar Garcia lança Castelo forte; o padre Adelar Munieweg apresenta Cinco minutos com Jesus e Jeferson de Queiroz autografa Se somos feitos de partes.

Cultura aos montes
Entre autógrafos e conversas com escritores, diversas apresentações prometem entreter o público com música, dança, performance e literatura. A principal desta quinta-feira é o desfile de cosplay, às 16h, promovido pelo AnimeBomb. As inscrições podem ser realizadas a partir das 14h. O som toma conta da feira com Maicon Gonzales (18h), Alex Cruz (19h30min) e grupo Sintonia do Samba (21h).

Na sexta-feira, Guilherme Tortelli oferece o minicurso A arte da leitura, às 14h, na Bibliotheca. A música retorna com o projeto Sonora Brasil e o Quinteto de Metais (20h) e Matheus Almeida (21h). Em ambas as tardes, às 14h, ocorre uma roda de conversa sobre surdocegueira e as deficiências múltiplas sensoriais, com Heniane Aleixo, Fernanda Falkoski e Giovana Pilla. Toda programação é gratuita.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados