Crime

Homem é preso na Região Sul por manter companheira em cárcere privado no Uruguai

Suspeito foi detido na BR-116, nas proximidades do Capão do Leão; ele sequestrou a ex-companheira em São Leopoldo e a levou para o país vizinho

09 de Janeiro de 2018 - 19h28 Corrigir A + A -

Por: Redação
web@diariopopular.com.br

Suspeito foi preso pela Polícia Rodoviária Federal por manter a companheira em cárcere privado (Foto: Divulgação/PRF)

Suspeito foi preso pela Polícia Rodoviária Federal por manter a companheira em cárcere privado (Foto: Divulgação/PRF)

Ele estava com uma arma com numeração raspada; de acordo com a polícia, o objeto era utilizado para manter a vítima sob constantes ameças de morte (Foto: Divulgação/PRF)

Ele estava com uma arma com numeração raspada; de acordo com a polícia, o objeto era utilizado para manter a vítima sob constantes ameças de morte (Foto: Divulgação/PRF)

A PRF prendeu nesta terça-feira (9) no Capão do Leão um homem acusado de sequestrar a companheira e fugir para o Uruguai.

A mãe da vítima informou na 2° Delegacia de Polícia Civil de São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre, que o genro - por não aceitar o término da relação de 15 anos - sequestrou a filha. De acordo com o relato, mesmo depois de uma liminar protetiva dada no mês de dezembro do ano passado para a filha, no dia 7 de janeiro desse ano, o acusado invadiu a casa da vítima armado, amarrou a própria sogra e levou a mulher embora sob ameaça de morte. A suspeita inicial é de que o homem havia levado a vítima para o Uruguai e que lá a mantinha em cárcere privado.

Em trabalho realizado pela inteligência da Polícia Rodoviária Federal (PRF), juntamente com a 2° Delegacia da Polícia Civil de São Leopoldo, foi possível acabar com o sequestro. Os policiais rodoviários monitoraram e abordaran o veículo Ford/KA no quilômetro 530 da BR-116, próximo ao bairro Jardim América, no momento em que retornava para o Brasil. No interior do veículo, os policiais encontraram o acusado e a vítima. O homem estava em posse de uma pistola com numeração raspada.

Aos policiais, ele confirmou o sequestro no ato da abordagem. Diante dos fatos, a vítima, o sequestrador e o carro foram levados para a polícia judiciária de Pelotas. A identidade dos envolvidos não foi revelada pela PRF.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados