2017-2020

Os bastidores da política

No primeiro dia como prefeita, Paula Mascarenhas é recebida com entusiasmo por sua equipe; na Câmara de Vereadores a segunda-feira (2) foi de ajustes

03 de Janeiro de 2017 - 06h33 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por Renata Garcia e Tânia Cabistany

pr0752

(Foto: Paulo Rossi - DP) Início. Paula chega ao Gabinete, agora como prefeita de Pelotas

Pela emblemática praça Coronel Pedro Osório, parte de seu trajeto habitual nos últimos quatro anos, Paula Mascarenhas (PSDB) novamente chegou à prefeitura - desta vez, porém, para assumir oficialmente a cadeira de chefe do Executivo de Pelotas. Antes das 8h30min desta segunda-feira (2), sua presença era aguardada em frente ao Paço Municipal e à Bibliotheca Púbica por assessores, secretários municipais e pelo vice-prefeito, Idemar Barz (PTB). Em outro ponto da rua 15 de Novembro, na Câmara de Vereadores, mais novidades políticas. O Diário Popular acompanhou o primeiro dia de trabalho e os bastidores, após as eleições municipais, dos poderes Legislativo e Executivo.

Recepcionada com desejos de sucesso na gestão à frente da prefeitura, Paula cumprimentou funcionários e conduziu Barz ao gabinete de vice-prefeito, posto conquistado por ela durante o mandato de Eduardo Leite (PSDB). Familiarizada ao ambiente, dividiu com o atual parceiro político, também, a perspectiva da sala que ele deve ocupar até 2020: ao lado de lá das janelas, a praça Coronel Pedro Osório. Ainda acompanhada por sua equipe e pelo vice, Paula estendeu a mão e abraçou mais trabalhadores que a cumprimentaram no segundo pavimento da prefeitura, até chegar a seu gabinete. “Entrem, fiquem à vontade”, repetia aos funcionários.

Em seu novo local de trabalho, Paula mostrou a Barz e aos assessores uma nova ferramenta digital, o sistema Proges, que possibilita acompanhar o desempenho de todas as pastas da administração pública. Por meio da plataforma, a prefeita tem acesso livre às etapas de cada projeto - todos devem ser atualizados por representantes das respectivas pastas. “Aqui temos um contato permanente com as secretarias. É uma forma de controlar o governo”, explicou a um Idemar Barz atento e silencioso. E concluiu: “Pretendo chamar um a um dos secretários para dizer o que eu espero deles”.

Cortes
Paula foi clara: quer retomar o acompanhamento para receita e despesa da prefeitura. Disparou: “Vai ser um ano de muito controle, muita rigidez”. A palavra “cortes” - assim, no plural - tão popular em, basicamente, todas as esferas políticas, continua a ecoar por aqui: “A primeira austeridade vai ser no custeio”, antecipou a prefeita, sobre a gestão que inicia. Economia, a começar pelo grupo que trabalha diretamente com ela - uma chefe de gabinete, uma diretora executiva, três assessoras e um estagiário. A tucana afirmou, também, que o objetivo de “enxugar” o governo diminuirá os cargos em comissão, embora ainda não revele o impacto em números. “Algumas pessoas vão continuar nas secretarias pelo andamento de projetos em que estão envolvidas”, ressalvou.

Após resumir o funcionamento da ferramenta virtual e conversar com a equipe, Paula retirou-se da movimentação do gabinete para ler os jornais do dia. A nova vista, agora, mira a torre do Mercado Central e os ponteiros parados no tempo do relógio. Na sala de espera, enquanto isso, funcionários e servidores de administrações anteriores e do novo mandato cumprimentavam-se, entre reencontros e apresentações, e procuravam seus respectivos setores de atuação. Ela própria soa estar em fase de adaptação - ao menos, no que se refere à nomenclatura do cargo para o qual foi eleita. Primeira mulher prefeita de Pelotas, corrigiu-se mais de uma vez ao narrar, na terceira pessoa, os deveres “do prefeito”. “Tenho que me acostumar que agora é a prefeita”, sorriu.

pr0755

(Foto: Paulo Rossi - DP) Cedo. Prefeita chegou ao Paço Municipal nas primeiras horas da manhã

 “Me ajudem a fazer uma boa gestão”
Ao lado da secretária de Governo, Paula Mascarenhas visitou todos os ambientes do prédio do Executivo e apresentou aos trabalhadores a titular da nova pasta, Clotilde Vitória. Em alguns casos, posou para fotografias com os funcionários. E com a típica firmeza de sua oratória, em cada saudação e voto de bom ano, a prefeita pedia aos servidores: “Me ajudem a fazer uma boa gestão”.

Entre visitações, reuniões com assessores e parte do secretariado no primeiro dia à frente da prefeitura, Paula declarou que pretende replanejar muitos dos espaços da administração. Ela quer trazer para perto a Unidade Gerenciadora de Projetos (UGP, atualmente localizada em prédio na avenida Ferreira Viana). Ainda sem definições, sinalizou outras mudanças estruturais. A depender unicamente da chefe do Executivo, há muitos desdobramentos a caminho, apesar de ela dar continuidade ao projeto político anterior. Somente o tempo responderá, contudo, quem sairá beneficiado.

Jer?nimoGonzalez_IMG_9837

(Foto: Jerônimo Gonzalez - Especial - DP) Viana (PSDB) é eleito presidente da Câmara de Vereadores

Primeiro dia útil na Câmara foi para definir gabinetes dos vereadores
Após uma jornada de 12 horas no domingo, interrompida apenas para a solenidade de posse da prefeita Paula Mascarenhas (PSDB), o primeiro dia útil da nova legislatura foi de definições. A primeira delas com relação aos gabinetes a serem ocupados pelos 21 vereadores. As duas mulheres eleitas pelo PSB tiveram prioridade sobre o espaço. 

Daiane Dias, grávida de gêmeos, pôde escolher uma das salas do pavimento térreo e ficou com a que era de Ademar Ornel (DEM), por ser maior e próxima de banheiros, já que em breve estará amamentando os bebês. Zilda Bürkle entrou no sorteio, mas caso não ficasse com um lugar também no andar debaixo poderia tentar novamente, por problema de saúde que a impede de subir escadas. Mas conseguiu o espaço anteriormente ocupado por Luiz Henrique Viana (PSDB).

Os parlamentares que não queriam deixar os gabinetes onde estavam nos últimos anos e foram coincidentemente contemplados com os mesmos lugares no sorteio, como Ivan Duarte (PT) e Anderson Garcia ( PTB), festejaram a sorte, afinal, não precisaram providenciar a mudança do material de trabalho. Mas as transferências e ocupações não foram possíveis ainda pela manhã, visto que o processo de sorteio foi demorado e também seria necessária a vistoria da pessoa responsável pelo patrimônio em cada sala.

O antigo escritório do Professor Adinho (PPS), não reeleito, será ocupado pelo Departamento Jurídico e o do Jurídico foi destinado a vereador. Muitos assessores parlamentares acompanharam o processo. O semblante dos novos era de felicidade e empolgação com seus respectivos cargos de confiança (CCs). Alguns antigos conseguiram ficar com seus vereadores reeleitos, porém teve também quem tenha “pulado” de assessorado.

Nesta segunda-feira (2) pela manhã, antes da sessão plenária, os vereadores se reúnem para nomear os membros das comissões técnicas da casa - Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Comissão de Orçamento e Finanças (COF). As bancadas ocupadas pelos parlamentares em plenário amanheceram nesta segunda-feira (2) sem nomes. As placas de identificação de cada um dos vereadores serão confeccionadas esta semana, segundo informa o novo presidente da Câmara, Luiz Henrique Viana (PSDB).

Os cargos de confiança da Mesa Diretora também serão definidos ao longo da semana: diretor, assessores jurídico, jurídico de plenário e adjunto, integrantes para a Controladoria, Ouvidoria, Setor de Comunicação, entre outros.

Bloco dos 14
O bloco dos 14 vereadores que formam a base aliada do governo municipal não fez acordo quanto ao rodízio para ocupação da Mesa Diretora, informa Viana. Mas a expectativa, pelo menos a dele, é de que a aliança prossiga pelos quatro anos de mandato. Ele não nega as tentativas de dissidência do grupo durante o domingo inteiro de negociações, “mas tudo acabou em união outra vez”. Apesar disso, enfatiza que os dois poderes - Executivo e Legislativo - são independentes.

A expectativa do novo chefe do Legislativo é de coesão, mesmo cada um com sua ideologia e entendimento. Espera uma Câmara forte. Ajudar a cidade a crescer deve ser o mais importante, assim como a seriedade na condução dos trabalhos, a conciliação e boas condições de trabalho aos servidores, acentua. Ainda conforme Viana, embora não tenha tido discordância dos projetos da prefeitura, participou de discussões e fez emendas, o que pode se repetir. Viana é advogado e tem 55 anos.

Mesa Diretora
A novata Daiane Dias é o elemento surpresa na composição da nova Mesa Diretora, que no restante da formação tem vereadores reeleitos, como já havia sido ventilado. Daiane está com oito meses de gestação, não pretende cumprir licença maternidade e anuncia que volta assim que ganhar os bebês, com eles junto. Nesse caso, o suplente não assume esse cargo, que fica vago até seu retorno.


Comentários


  • Não há comentários, seja o primeiro a comentar!


Diário Popular - Todos os direitos reservados