Segurança

GM permanecerá no centro de Pelotas

Decisão foi tomada devido aos resultados positivos atingidos através da operação Tudo Azul

07 de Janeiro de 2017 - 22h04 Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Guardas no centro dão mais tranquilidade à população (Foto: Jô Folha - DP)

Guardas no centro dão mais tranquilidade à população (Foto: Jô Folha - DP)

A Guarda Municipal anunciou na sexta-feira (6) que permanecerá no centro da cidade com as ações de prevenção e manutenção por tempo indeterminado. Antes, as atividades eram realizadas apenas no período de Natal, para garantir as compras de fim de ano. Conforme o comandante da GM, Ladislau Neto, a decisão de continuar na área central é devido aos resultados positivos atingidos através da Operação Tudo Azul, além de ser uma demanda dos lojistas. "Estaremos das 8h às 20h com um efetivo menor, mas presentes, atuando e reprimindo práticas criminosas", comentou.

De acordo com Neto, durante a operação no período de Natal - do dia 12 ao 31 de dezembro - 15 agentes da GM circularam pelas principais vias da área central. Foram registrados no centro da cidade dois casos de furto a estabelecimento comercial e dois roubos. A queda dos índices criminais na região, durante o período, segundo Neto, é de quase 100%. "Não tivemos outros casos. Os números são extremamente positivos. Eles demonstram que a GM está realizando seu trabalho", disse. Conforme o comandante, novas estratégias de segurança estão sendo estudadas para serem aplicadas no Centro.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Pelotas (Sindilojas), Gilmar Bazanella, comemora os resultados. Segundo ele, há tempos os comerciantes não se sentiam tão seguros. "Durante o período das compras de Natal recebi um ou dois casos de furto, não foram roubos ao comércio. Isso é incrível, como há muito não se via. O que a GM tem feito por nós é muito bom. Todos agradecem", contou.

Segundo o secretário municipal de Segurança Pública, Tenente Bruno, decreto que regulamenta que os agentes da Guarda Municipal tenham poder de polícia administrativa para atuar na fiscalização deverá ser assinado em fevereiro.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados