Fim de linha

Operação Gulliver prende maior fornecedor de munições de Rio Grande

Nas duas fases da Operação Gulliver a Polícia Civil prendeu cinco pessoas, apreendeu cinco armas de fogo, 2.266 munições, sequestrou seis imóveis e apreendeu três veículos

17 de Fevereiro de 2017 - 09h26 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

Grande número de munições foi apreendida na operação
(Foto: Polícia Civil)

Grande número de munições foi apreendida na operação (Foto: Polícia Civil)

O homem considerado o maior fornecedor de munições de Rio Grande foi preso nesta quinta-feira (16) por agentes da 1ª Delegacia de Polícia. A prisão ocorreu durante a segunda fase da Operação Gulliver, em combate ao comércio ilegal de munições e armas de fogo. Na ação, os agentes prenderam ainda em flagrante um outro homem por posse de arma de fogo e munição de uso restrito. Houve o sequestro de seis imóveis pertencentes a um investigado, sendo que um automóvel de luxo e uma motocicleta de luxo já haviam sido apreendidos

Em dezembro do ano passado, na primeira fase da Gulliver, agentes da 1ª DP encontraram na residência do principal investigado, um arsenal de munições. No total 2.150 munições foram apreendidas. 

Nas duas fases da Operação Gulliver a Polícia Civil prendeu cinco pessoas, apreendeu cinco armas de fogo, 2.266 munições, sequestrou seis imóveis e apreendeu três veículos.


Comentários


  • Não há comentários, seja o primeiro a comentar!


Diário Popular - Todos os direitos reservados