Benefício

Segurança Pública recebe investimentos

IGP e Delegacia de Homicídios receberão melhorias nos materiais de perícia e investigação

16 de Maio de 2017 - 11h53 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Por: Giulliane Viêgas
giulliane.viegas@diariopopular.com.br

O IGP Pelotas deve receber viatura adaptada para os serviços do DML (Foto: Infocenter DP)

O IGP Pelotas deve receber viatura adaptada para os serviços do DML (Foto: Infocenter DP)

Pelotas está entre os dez municípios contemplados pelo investimento de R$ 11 milhões destinados à área da Segurança Pública anunciado pelo governo do Estado. O valor adquirido através de duas emendas parlamentares de R$ 5,5 milhões cada, terão como destino o reaparelhamento do Instituto Geral de Perícias (IGP) e a estruturação da Delegacia de Homicídios e Desaparecidos. A quantia, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), já está disponível no cofre estadual.

O coordenador regional e diretor do IGP Pelotas, Wladimir Ribeiro, considera que o investimento chega em boa hora. Para a Princesa do Sul, estão previstos computadores, equipamentos fotográficos e demais ferramentas de auxílio aos procedimentos de perícia, bem como uma viatura adaptada para as atividades do Departamento Médico-Legal (DML).

Há tempo o Instituto Geral de Perícias enfrenta precariedade nos instrumentos utilizados para exames de necropsia e perícia. Conforme contou um funcionário que prefere não se identificar, os aparelhos utilizados para realização da autópsia são oriundos da construção civil, como, por exemplo, serras manuais e barbantes empregados como fios de sutura. Os utensílios, no entanto, são comprados em ferragens. A máquina fotográfica utilizada pelos peritos seria doação de uma funcionária que se aposentou.

Ribeiro reconhece as dificuldades, mas garante que apesar de adquiridos em lojas de materiais de construção, os instrumentos desempenham a mesma função dos materiais cirúrgicos, os quais têm valor bem mais alto. “A única diferença entre eles é o valor”, comentou o diretor do IGP Pelotas.

Na Polícia Civil, a emenda pretende estruturar delegacias especializadas em investigação de homicídios dolosos. Apesar do anúncio, o titular da 18ª Delegacia Regional de Polícia, Márcio Steffens, ainda não tem o detalhamento do investimento. A SSP não soube informar a quantia destinada a Pelotas, mas afirmou que os recursos serão em melhorias na investigação.

Além de Pelotas, as cidades beneficiadas pela medida serão Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Passo Fundo, Alvorada, Gravataí, Viamão, Novo Hamburgo, São Leopoldo e Santa Maria.


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados