Incentivo

Produtores de cebola do sul do Estado recebem mais de 500 quilos de sementes orgânicas

Foram contemplados agricultores de São José do Norte, Rio Grande, Tavares e Mostardas

16 de Maio de 2017 - 15h03 Corrigir A + A -
As sementes, fornecidas pela BioNatur, são de pequenos produtores de Candiota, Hulha Negra, Pinheiro Machado e Pedras Altas.(Foto: Ascom Emater/RS-Ascar - Regional Pelotas)

As sementes, fornecidas pela BioNatur, são de pequenos produtores de Candiota, Hulha Negra, Pinheiro Machado e Pedras Altas.(Foto: Ascom Emater/RS-Ascar - Regional Pelotas)

Mais de 600 produtores de São José do Norte, Rio Grande, Tavares e Mostardas receberam sementes orgânicas de cebola. O benefício foi viabilizado pelo Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Sementes, desenvolvido na região em parceria entre Emater/RS-Ascar, Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan) do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA-RS) e Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), Conab e prefeituras.

A iniciativa incentiva e fortalece a produção em quatro municípios, que representam mais de 50% do total da cebolicultura gaúcha. A implantação ocorreu em 2015 e foi retomada em resposta à demanda do Subcomitê de Cebola, com a preocupação de evitar a redução da área produtora. Ao todo, mais de 500 quilos de sementes foram entregues e a expectativa agora é que o programa acrescente sete toneladas de cebola plantadas na região. Não só a agricultura familiar dos municípios foi atendida pelo programa. As sementes, fornecidas pela BioNatur, são de pequenos produtores de Candiota, Hulha Negra, Pinheiro Machado e Pedras Altas.

Os atos de entrega aconteceram durante todo o dia. O presidente da Emater/RS, Clair Kuhn, enfatizou a função do agricultor como “a mais vital do mundo para a sociedade, por ser ele quem coloca a comida na mesa do café da manhã à hora do jantar”. O projeto agora é tornar o programa um ponto permanente na agenda de políticas públicas do governo do Estado.

Fonte: Ascom Estado


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados