Lar provisório

Programa Família Acolhedora já tem habilitados

Processo consiste em abrigar por um período determinado crianças, adolescentes ou grupos de irmãos em situação de risco pessoal e social

17 de Maio de 2017 - 17h01 0 comentário(s) Corrigir A + A -
Atualmente, seis abrigos mantidos pela prefeitura atendem 64 crianças e adolescentes
 (Foto: Paulo Rossi - DP)

Atualmente, seis abrigos mantidos pela prefeitura atendem 64 crianças e adolescentes (Foto: Paulo Rossi - DP)

Dois meses após sua implantação, o Programa Família Acolhedora em Pelotas já conta com quatro famílias aptas a participar, de um total de dez que se inscreveram. As outras seis ainda estão na fase de estudo psicossocial pela equipe da Secretaria da Assistência Social (SAS). Nesta quinta-feira (18), os processos de estudos dos habilitados serão encaminhados ao poder judiciário para o parecer final.

O programa consiste em abrigar por um período determinado crianças, adolescentes ou grupos de irmãos em situação de risco pessoal e social. A família de acolhimento terá a função de representar a possibilidade de continuidade da convivência familiar para a criança ou adolescente. Atualmente, seis abrigos mantidos pela prefeitura atendem 64 crianças e adolescentes.

A guarda deferida para a família indicada pelo serviço terá sempre o caráter provisório e sua manutenção deverá estar vinculada à permanência no programa. A família receberá um salário mínimo por mês, por criança acolhida, em período que será avaliado pela equipe de profissionais do programa em parceria com o Juizado da Infância e Juventude, Ministério Público, Conselho Tutelar e rede envolvida. O prazo não pode ultrapassar dois anos, quando deverá ocorrer seu desligamento.

Os interessados podem se inscrever na SAS, na rua Marechal Deodoro 404, no horário das 12h30min às 18h30min.

Notícias relacionadas


Comentários


Diário Popular - Todos os direitos reservados