Artigo

A RU vai fechar?

07 de Dezembro de 2017 - 05h00 0 comentário(s) Corrigir A + A -

Boatos se espalham pela cidade e muitas pessoas ingenuamente acreditam. Vamos então esclarecer alguns pontos a esse respeito. Antes de mais nada é preciso contextualizar duplamente a questão. O primeiro contexto, mais amplo, diz respeito à situação em que se encontra o rádio no Brasil. Com o advento da internet e, sobretudo, das redes sociais, o rádio perdeu e continua perdendo espaço. Aliás, não somente o rádio, mas todas as mídias tradicionais, inclusive a TV aberta que sempre reinou em quase 100% dos lares brasileiros. A reformulação total da RBS agora em 2017, por exemplo, é uma prova do que estamos dizendo. Com faturamento em queda, a maioria das emissoras de rádio, particularmente as AM's, já respiram por aparelho. Não existe outro remédio que possa salvar o doente a não ser adaptar-se aos novos tempos. Quem não se adaptar pode encomendar logo o caixão.

Uma contextualização mais local nos leva a refletir sobre a história da Universidade Católica de Pelotas antes da chegada do Reitor José Carlos Bachettini e sua equipe. A rádio da UCPel, evidentemente, sofreu os efeitos das sucessivas crises financeiras provocadas pela incompetência administrativa das antigas administrações. Até os postes desta cidade sabem muito bem que a nossa universidade foi vitima destes grupos inescrupulosos que usaram a instituição para obter vantagens de todo tipo. Somente agora a UCPel está conseguindo se reerguer, graças ao esforço, a honradez e a extrema dedicação do Dr. Bachettini e seus valorosos assessores. Em 2017 novos horizontes surgiram e em breve, se Deus quiser, a universidade estará saneada. A RU como parte integrante da instituição, é claro, seguirá na mesma linha.

Não meus amigos e amigas, a RU não vai fechar, vai mudar para melhor! Pedimos desculpas às "aves agoureiras", estas mesmas aves que num passado recente usaram (e abusaram) indevidamente a nossa emissora em proveito próprio, mas a RU não vai fechar. Muito pelo contrario, em sintonia com os novos tempos estamos modernizando a emissora. Possivelmente daqui a um ano vamos inaugurar a RU FM com um estúdio digital-multimídia, mantendo não somente o futebol, mas toda a programação que ao longo desses 50 anos conquistou o respeito da população. Só não vamos mudar uma coisa: a seriedade e o respeito para com os nossos ouvintes. Nosso jornalismo continuará sendo um jornalismo de boa qualidade, zelando pela apuração imparcial da noticia, sem rabo preso com ninguém, sem populismo, e lutando sempre em defesa da justiça e da paz!

 


Comentários

Diário Popular - Todos os direitos reservados